15 de janeiro de 2011

Um assunto leva a outro

É impressionante como um assunto leva a outro. Quatro artigos atrás, escrevi sobre a limitação das metodologias e concluí dizendo que para fazer bom software é preciso uma equipe talentosa.

No artigo seguinte, eu pretendia escrever sobre como identificar programadores talentosos, mas percebi que, antes disso, era preciso explicar porque é importante contratar programadores talentosos.

Ao começar a escrever sobre isso, me dei conta de que a minha ideia original de talento era muito abrangente e, na verdade, incluía duas outras características - a paixão e o autodidatismo. Então, escrevi uma série de três artigos, um sobre cada uma dessas características.

O próximo artigo, ou série, enfim, seria sobre como identificar programadores talentosos, além de apaixonados e autodidatas.

Juro que era sobre isso que eu pretendia escrever, mas ao começar, percebi que, para poder identificar essas características naqueles que se candidatam a vagas na sua empresa, é preciso primeiro atraí-los.

Então, fique ligado. Em breve publicarei o artigo "Como atrair bons programadores". Acho que está ficando legal, aguarde.

Em seguida (eu espero), publicarei o artigo “Como identificar bons programadores”. Depois de tanto tempo de gestação, espero que nasça algo legal.

Foto: Judge Harry Pregerson Interchange em Los Angeles, California.

Postar um comentário